segunda-feira, 19 de abril de 2010

U2 - Uma Noite em Sidney



Sidney 1993. A Zoo TV do U2 chegava ao final com todas as suas novidades tecnológicas.

Bono encarnava um alter-ego, Mr. MacPhisto, terno dourado rosto maquiado, lábios com batons assiste a banda introduzir a climática balada “Love is Blindness” composta em homenagem a diva Billie Holiday.

A canção e a turnê encabeçavam o antológico álbum Achtung Baby (1991), uma das vezes em que a banda reinventou sua carreira, talvez a principal delas.

No disco a canção passou batida, mas no show não havia como deixar de perceber a beleza da atmosfera da canção, além do comovente solo de guitarra de The Edge.

Pronto. É a deixa para uma linda garota australiana subir ao palco e dançar lentamente com Bono, a cena é divina, enquanto The Edge arrasa corações com sua guitarra...

Eu já não saberia se sonho com a música, com a garota, com Bono ou The Edge, até que ecoam os acordes da última canção do espetáculo...

Elvis paira sobre o palco, nos falsetes majestosos de Bono, eis a romântica “Can't Help Falling In Love” fechando com elegância e muita emoção um dos melhores shows da longa carreira da banda irlandesa.

Vale o sonho, vale o registro da memória musical, de uma noite histórica e inesquecível.

Trilha Sonora
Artista:U2
Música: Love Is Blindness e Can't Help Falling In Love

8 comentários:

Anônimo disse...

Este show foi maravilhoso. U2 no auge.

Valeu,

Alma Inquieta disse...

Olá Jonathas!

É isso mesmo, vale a concretização de um sonho, porque são eles que nos movem!
Obrigada pela visita.

Um beijo e boa semana.

serpai disse...

Siempre me es gratificante recorrer el mundo de los blogs… y encontrar algunos como el tuyo. También tengo la esperanza que alguna vez pueda verte por el mío, que también se escribe en portugués, sería como compartir esta pasión por escribir que une a tantas personas y en tantos lugares...

Sergio

Cris disse...

Nossa, viajei agora no vídeo que vc postou.
U2 é a banda do coração....rs
Ver Bono assim, tão novinho...Bono é sempre novo, porque o que é belo, bom, tocante e terno sempre se renova e o tempo não conta ou...conta como acervo de boas recordações que vai semeando pelo caminho; como essa que vc descreveu em seu post.
Acompanhei toda a turnê do U2 pelo Brasil e todas as vezes que ele pegava uma garota para subir no palco e cantar e dançar a música junto com ele, era novo!
A magia se repete, essa emoção que vc descreve que não sabe mais o que é mais lindo....rs
Beleza tem algo a ver com eternidade e a nossa emoção nauqele instante que a paralisa.
Acho que é mais ou menos isso!

Beijo e uma semana de muita paz; igual a essa que esse vídeo trás.

Cris disse...

em tempo:
Assisti "Amor sem escalas", sim e agora fiquei curiosa pra saber a correlação que vc fez entre o meu post e o filme...rs
Vou alugar e ver de novo!
bjs

Dalva disse...

Magnífico Bono, sempre! Valeu o registro da beleza do solo de guitarra. Parabéns pelo blog, os marcadores são de primeira!

Bjs.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Jonathas
Valeu recordar.
Abração

Aline disse...

Muitooooo bom!!!!