quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

À Distância



Ney Matogrosso sua voz, e sua alma de viajante.

Um dia assistindo a um filme do italiano Luchino Visconti, Ney escuta com assombro uma voz feminina cantando uma versão para “À Distância” de Roberto e Erasmo:

"Esperava a hora certa para gravá-la”.

Demorou mais de duas décadas e agora em seu show “Beijo Bandido” homônimo do seu mais recente disco finalmente o reencontro com a canção.

Quantas vezes eu pensei voltar
E dizer que o meu amor nada mudou
Mas o meu silêncio foi maior
E na distância morro
Todo dia sem você saber.

É de fazer chorar tamanha a beleza...

Trilha Sonora
Artista: Ney Matogrosso
Música: À Distância

2 comentários:

gabriel disse...

O filme era "Violência e Paixão", e Ney o assistiu em Milão, em 1974, qdo, ao deixar os S&M, partiu para lá levado por Astor Piazzolla, p/ gravar um disco. Muito tempo se passou, e agora Ney nos presenteia c/ essa deslumbrante interpretação. O arranjo de Leandro Braga, inspiradíssimo. Aliás, todos os arranjos de Beijo Bandido são fantásticos.

Jonathas Nascimento disse...

Oi Gabriel!
è verdade os arranjos do 'maestro'Leandro Braga são lindos e, o repertório é bárbaro. Ney, o nosso maior interprete vivo atualmente, ou melhor, faz tempo!

Abraços,