terça-feira, 1 de junho de 2010

Só nos Resta Viver



Deus costuma usar a solidão
Para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva para que possamos
Compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer
Nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar
Sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos
Compreender o valor do despertar.
Outras vezes usa a doença, quando quer
Nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
Para nos ensinar a andar sobre a água.
Às vezes, usa a terra, para que possamos
Compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer
Nos mostrar a importância da vida.

Fernando Pessoa

Quando Ângela Ro Ro canta estes versos eu me lembro de tantas coisas, sobretudo de alguém que parece incorporar cada palavra dita na canção como ninguém antes neste mundo de meu deus:

DÓI EM MIM SABER
QUE A SOLIDÃO EXISTE
E INSISTE
NO TEU CORAÇÃO
DÓI EM MIM SENTIR
QUE A LUZ QUE GUIA
O MEU DIA
NÃO TE GUIA NÃO...

...Enfim só nos resta viver.

Trilha Sonora
Artista: Ângela Ro Ro
Música: Só nos Resta Viver

5 comentários:

Débyweb disse...

Olá tudo bem?Obrigado por fzr parte do meu blog iniciante, é esta força que alimenta minha vontade de escrever...
Adorei seu blog, muito bnitoo..parabns!!!!
Débora Pires(débyweb)

Cris disse...

Eu aqui de novo....rs

A música é maravilhosa, Fernando Pessoa é Mestre. Quem não leu vai para o inferno....rs

Seu desabafo é ... é tão seu!

"Enfim só nos resta viver"

Nos resta a vida. Nos resta tudo. Porque há etapas a serem vividas e vencidas. Porque a vida é dom e presente, porque viver é cumprir um ritual.
Resta-nos tempo para aprender, a crescer. resta-nos a chance de um dia ir embora, não sei para onde, mas tendo a certeza de que fizemos o melhor e cumprimos o precurso que nos foi destinado.

beijo grande pra vc

Aline disse...

Acredito que Deus faz tudo isso para nos ensinar realmente e cabe a cada um aprender ou não. Tornar sua vida uma vida de luz, sentido e aprendizagem ou apenas passar por essa vida sem nada crescer e acrescer! bjo grande!

Wanderley Elian Lima disse...

Você hoje arrasou em seu post, Fernando Pessoa e Ângela Ro Ro é dose dupla de bom gosto.
Um abraço

Tais Luso disse...

Bem, Fernando Pessoa dispensa qualquer comentário: é mestre. E, esta música de Ângela Ro Ro, pra mim, é uma das mais belas de seu repertório. Maravilha.

Um abraço
tais luso