terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Aqui




Não dá pra dizer que estou solitário ouvindo essa canção. Sabe Kate, dá para ver e ouvir anjos pairando, dançando, subindo e descendo, numa espécie rara de Ballet celestial, uma ode a vida.

Você despeja sua voz, sua afetação, sua beleza - enquanto eu apenas alimento-me de sua arte.

Não, eu não estou só.

Vitrola: Kate Bush - Wuthering Heights

2 comentários:

kate disse...

jonathas, meu querido amigo

você pode está presencialmente sozinho com você mesmo. mas nunca estará completamente sozinho porque não existe um só dia e uma só hora por dia que eu não pense em você e fique feliz por lembrar que você existe e por saber da sua amizade.

sei que para mim é mais fácil porque através desse blog eu posso entrar em contato com sua humanidade, sua poesia, seu bom gosto e também com seus 'maus humores'. nos dias que não tem post me sinto um pouco orfã.

um exemplo de como você nunca me deixa sozinha: todos os anos aqui no blog, mesmo sem saber, você me dá um presente no dia do meu aniversário. esse ano você me contemplou com uma crônica que você fez para seu próprio aniversário que havia ocorrido quatro meses antes (em junho). o mais engraçado é que sempre no dia do meu aniversário, em todos esses anos, você posta lindos textos com a voz, insisto literalmente todos esses anos, ao fundo de brett. essa passou a ser a trilha sonora do meu 'envelhecer'...

é aqui que me sinto plena, eu mesma, em contato intelectual com aquele que amo verdadeiramente. aqui não existem espaços para minhas máscaras e hipocrisias.

eu vejo anjos pairando todo dia que venho lhe ver nesse blogger. você é um anjo com virtudes e defeitos. está aqui na terra somente por alguns anos, e que sejam longos, porque na eternidade voltará para o seu verdadeiro lugar no universo dos anjos Divinos.

ao ler seu post de ontem, tive necessidade de romper o silêncio. mas como você mesmo lembrou em um post semanas atrás: 'silêncios foram feitos para serem rompidos'. então, hoje sou eu quem grito:

aaaaaahhhhhhhhhhhhhh

forte abraço. amo... 'apesar de'

Nascimentojonathas Nascimento disse...

Querida Kate,

Acredite, eu sei e compreendo tudo o que delicadamente me diz... Ah! os amigos são essenciais para que a solidão seja apenas um intervalo entre a metáfora e melancólica realidade...

Abraços Kate,

Força sempre!